Ligações telefônicas entre cidades fronteiriças do Brasil e Peru serão tarifadas como locais


As ligações telefônicas nas cidades fronteiriças entre o Brasil e o Peru serão tarifadas como chamadas locais, sem cobrança de taxas internacionais ou de roaming. A medida é resultado do acordo assinado entre a presidente Dilma Rousseff e o presidente do Peru Ollanta Humala, ontem em Lima. Segundo a presidente, esse é um projeto piloto que poderá se estender por toda a América do Sul.

No acordo para integração fronteiriça das comunicações, o benefício vale apenas para as ligações feitas pelas redes fixa e celular nas cidades de Assis Brasil, do lado brasileiro, e de Iñapari e Iberia, do lado peruano. As operadoras de telefonia deverão estabelecer as parcerias comerciais necessárias.

A visita oficial de Dilma Rousseff ao Peru marcou os dez anos da aliança estratégica entre os dois países. Na ocasião também foi realizado o Foro Empresarial Brasil-Peru, que reuniu 400 empresários dos dois países, com debate do comércio bilateral que alcançou US$ 2,9 bilhões entre janeiro e setembro deste ano, um aumento de 8,8% em relação ao mesmo período de 2012.(Da redação)

Anterior Level 3 amplia pontos de presença em São Paulo
Próximos Em maratona de reuniões, governo tenta salvar votação do Marco Civil da Internet.