Licenças de 2G estão vencendo em todo o mundo


As licenças da frequência de 1,8 GHz, de 2G, começam a vencer em todo o mundo. No Brasil, essas licenças vão até a próxima década, tendo em vista que o país vendeu bem mais tarde do que os demais países esta frequência, porque ficou bastante tempo discutindo se iria usar ou não a tecnologia GSM, que acabou prevalecendo.

 

Estudos externos mostram que os reguladores têm adotado práticas bem diferentes em relação a essas frequências. Em Portugal, a agência reguladora simplesmente renovou a licença. Na França, foram prorrogados os direitos de ocupação para os atuais detentores da faixa, mas revendido um pedaço para novos entrantes. Irlanda, Suiça, Holanda e Cingapura, por sua vez, decidiram fazer um novo leilão de venda da faixa.

 

No caso da Austrália e Nova Zelândia, a novidade está em que as atuais ocupantes das frequências (que inclui, na maioria das vezes, também a faixa de 900 MHz) têm o direito de negar o preço a ser estabelecido pelo governo. Se elas o fizerem, podem disputar o novo leilão de venda de suas frequências. ( Da redação).



Anterior Cisco entra para lista de parceiros de tecnologia dos Jogos Olímpicos 2016
Próximos Cai satisfação do consumidor com serviços de telecom