LG tem resultado recorde, mas divisão de celulares continua no vermelho


logo-LG-936x600

A fabricante sul-coreana de aparelhos eletrônicos divulgou ontem, 25, seus resultados para o ano de 2017. A empresa obteve a maior receita já registrada, equivalente a US$ 55,4 bilhões. O montante é 10,9% maior que o visto em 2016. O lucro líquido foi de US$ 2,23 bilhões.

O bom desempenho parte da área de produtos domésticos, cujas receitas cresceram 11%, para US$ 17,34 bilhões. Também contribuiu o setor de televisores, que faturou US$ 16,85 bilhões, 7% mais que em 2016.

A divisão de celulares faturou US$ 10,52 bilhões, 3% menos que no ano anterior. O resultado foi uma perda operacional no segmento de US$ 673,6 milhões.

2018

A fabricante acredita que conseguirá reverter este cenário, embora não confirme se ainda neste ano. Diz que confia no crescimento da demanda por aparelhos premium nos mercados emergentes. Mas ressalta que a competição deve se tornar ainda mais acirrada com a expansão de marcas chinesas a novos mercados.

Para lidar com isso, a LG vai investir no mercado premium, intermediário e top de linha. As linhas de produto em que mais aposta são Q6, V30 e X4.

Anterior Telefónica seleciona duas cidades espanholas para laboratório da 5G
Próximos Publicado decreto que dá mais prazo para rádios AM migrarem para FM