LG nega corte de 30% em funcionários da divisão de celulares no exterior


A LG Electronics classificou nesta sexta-feira (9) como infundadas informações do jornal Korea Economic Daily de que a empresa teria demitido 30% de sua força de trabalho no exterior na produção de celulares, segundo a agência de notícias Reuters. De acordo com o diário sul-coreano, os cortes visam recuperar os negócios deficitários da LG em …

A LG Electronics classificou nesta sexta-feira (9) como infundadas informações do jornal Korea Economic Daily de que a empresa teria demitido 30% de sua força de trabalho no exterior na produção de celulares, segundo a agência de notícias Reuters.

De acordo com o diário sul-coreano, os cortes visam recuperar os negócios deficitários da LG em celulares e envolvem os setores de marketing e de compra de insumos, além do fechamento de lojas, e que a empresa estaria planejando ações semelhantes no mercado doméstico.

A LG é a terceira maior fabricante de celulares do mundo e vem registrando prejuízo nas vendas de aparelhos há cinco trimestres, segundo a Reuters. No começo da semana, uma fábrica de celulares da companhia em Taubaté, SP anunciou a demissão de 200 trabalhadores e manteve outros 800 em férias coletivas, alegando excesso de estoques. (Da redação)

Anterior País terá 100 milhões de usuários das redes 3G e 4G em 2015, diz estudo.
Próximos Corte pode comprometer atuação da Telebras no PNBL