LG não vai transferir produção do México para o Brasil


As informações veiculadas, na semana passada, em agências internacionais, segundo as quais a LG poderia transferir para o Brasil a produção de celular do México, não é verdadeira, segundo a empresa. A fabricante coreana realmente decidiu encerrar sua produção no México, mas optou por atender o mercado local com equipamentos importados da China. "A LG …

As informações veiculadas, na semana passada, em agências internacionais, segundo as quais a LG poderia transferir para o Brasil a produção de celular do México, não é verdadeira, segundo a empresa. A fabricante coreana realmente decidiu encerrar sua produção no México, mas optou por atender o mercado local com equipamentos importados da China.

"A LG do México produzia apenas para atender o mercado local e já importava da China os aparelhos mais sofisticados. Com a decisão do governo mexicano, de baixar o imposto de importação desses produtos, a LG decidiu fechar a fábrica naquele país e abastecer o mercado local com produtos vindos da China", informou hoje Marcus Daniel Machado, diretor da divisão de celulares da LG do Brasil. Segundo ele, não existe a decisão da fabricante de transferir para o Brasil o que era produzido no México.

"O Brasil, no entanto, é um dos países prioritários para a LG", destacou o executivo. Segundo ele, a fábrica de Taubaté produz localmente todos os aparelhos celulares comercializados pela marca no país (os componentes são importados) e exporta para toda a América do Sul.

Anterior Anatel não foi notificada sobre interferência nos voos paulistas
Próximos LG consolida segunda posição e quer buscar a liderança no país