Leucotron quer vender para empresas da América Latina


A mineira Leucotron quer colocar suas centrais PABX híbridas – IP e TDM – nas pequenas e médias empresas dos países da América Latina, começando pelo México, onde identificou um mercado corporativo com perfil semelhante ao atendido pela companhia no Brasil. “Tanto aqui como lá as empresas estão buscando soluções híbridas porque querem entrar no …

A mineira Leucotron quer colocar suas centrais PABX híbridas – IP e TDM – nas pequenas e médias empresas dos países da América Latina, começando pelo México, onde identificou um mercado corporativo com perfil semelhante ao atendido pela companhia no Brasil. “Tanto aqui como lá as empresas estão buscando soluções híbridas porque querem entrar no mundo IP sem perder a segurança no mundo convencional TDM”, informa Antônio Cláudio de Oliveira, diretor de marketing da Leucotron.

A empresa está participando da Expocomm Argentina 2008, que começou ontem e acontece até sexta-feira, 26, em Buenos Aires. Além do México, já homologou seus produtos na Argentina, no Peru e na Costa Rica. Com a participação na Expocomm, espera firmar parcerias com canais locais para distribuir seus produtos nesses mercados já a partir de 2009.

Crescimento

PUBLICIDADE

Em relação ao ano passado, a Leucotron deve registrar crescimento de 30% em suas vendas, puxadas basicamente pelas soluções híbridas. A empresa, que completou 25 anos no mercado, tem mais de 110 mil centrais PABX em operação em todo país e está entre as três principais empresas do setor em sua área de atuação, os PABX digitais com até 192 portas.

Anterior Brasil terá financiamento para serviços de bancos móveis
Próximos Parlamento Europeu aprova pacote de telecom