Lentidão, ingerência política e carência técnica. A visão do setor sobre a Anatel.


A Câmara Americana da Comércio – Amcham – divulgou hoje, 24 de outubro, a sua quarta edição da pesquisa realizada com as empresas do setor de telecomunicações sobre a atuação da Anatel. E, no geral, a avaliação é de que piorou o desempenho da agência no último ano. Conforme o relatório – que foi entregue …

A Câmara Americana da Comércio – Amcham – divulgou hoje, 24 de outubro, a sua quarta edição da pesquisa realizada com as empresas do setor de telecomunicações sobre a atuação da Anatel. E, no geral, a avaliação é de que piorou o desempenho da agência no último ano.

Conforme o relatório – que foi entregue à Casa Civil da Presidência da República, ao Ministério da Justiça e à Anatel e será entregue hoje ainda ao ministérios das Comunicações e do Desenvolvimento-, constata-se o enfraquecimento da agência pela falta de recursos financeiros e por ingerências políticas. Se em 2005, 45% dos entrevistados entendiam que a Anatel sempre sofria interferência política, neste ano, a percepção subiu para 61% das empresas e entidades do setor. E, se no ano passado ainda havia 5% que achava que a agência não sofria qualquer tipo de pressão política, este ano, não há mais ninguém que faça este tipo de avaliação.

A agilidade da Anatel para a edição e revisão de regulamentos também teve uma piora significativa. Conforme a Amcham, 70% dos entrevistados acham  que raramente a agência publica os regulamentos necessários no tempo certo, enquanto no ano passado, esta avaliação negativa não chegava a 54%.

A preocupação com a baixa qualidade técnica dos quadros da Anatel também é nítida. Conforme o relatório, aumentou sensilvemente a opinião de que  raramente o quadro de pessoal da agência é capacitado tecnicamente: se em 2005 23% dos entrevistados reclamavam que raramente havia uma boa capacitação técnica, este ano, 38% expressaram esta crítica.     

Anterior Alcatel vende mais
Próximos Defesa do usuário e competição também são problemas para a agência