Lenovo vendeu 2,66 milhões de smartphones no Brasil no último ano


moto z snaps mods motorola smartphone modularA fabricante chinesa de computadores e smartphones Lenovo colheu bons resultados no Brasil no primeiro trimestre deste ano. No período, as vendas de smartphones cresceram 56,3%. Com isso, diz, passou a ter market share de 22,5% no país, um crescimento de 4,4 p.p. em um ano. a empresa também é dona da marca Moto. Foram vendidas 2,66 milhões de unidades. No período, colocou no mercado os telefones Moto Z, Moto G5 e G5 Plus, além de diferentes versões do Lenovo Vibe.

O dado aparece no balanço financeiro do grupo, divulgado nesta quinta-feira, 25. No mundo, ampliou as vendas de celulares inteligentes no trimestre. Foram 11,3 milhões de aparelhos vendidos fora da China (+17,4% a.a.), e receita de US$ 1,7 bilhão (+19,7%) nos três primeiros meses deste ano.

Resultados do grupo no ano
Diferente da maioria das empresas, o ano fiscal da Lenovo não começa em janeiro, mas em abril. Assim, o mês de março marca o final do fiscal. Nesse ano fiscal, o resultado para os doze meses foi de retração. A companhia registrou queda de 5,4% nas receitas, que somaram US$ 43 bilhões. Apesar de faturar menos, o grupo deixou para trás o prejuízo de US$ 128 milhões de 2015/16 ao obter um lucro de US$ 535 milhões em 2016/17. Estes números englobam os resultados com celulares, PCs e data centers.

Computadores e DCs
A Lenovo perdeu o posto de maior fabricante de PCs ao longo do último ano para a HP. O conjunto dos últimos doze meses mostra queda de 2,3% na receita com PCs, que somou US$ 30 bilhões. Em unidades, foram 66,6 milhões, 7,1% a menos que no ano fiscal de 2015/16.

A empresa ampliou, no entanto, as vendas no trimestre em 4,9%, atingindo receita de US$ 6,7 bilhões com o segmento de PCs. Foram vendidas 14,1 milhões de unidades, entre desktops, notebooks e tablets. E novos produtos cresceram vigorosamente. Foi o caso dos Chromebooks, cujas vendas aumentaram 20,5% no quarto trimestre, e 38,2% no ano fiscal.

A divisão de data centers, voltada a soluções corporativas, encolheu. A receita caiu 13,7% no mundo no trimestre, para US$ 850 milhões. Para o ano todo, a queda foi de 10,6%, para R$ 4,1 bilhões – no mundo.

 

Anterior Anatel nega compensação de investimentos em P&D da Oi
Próximos Disputa de mais R$ 37 milhões pelo ônus da concessão entre Oi e Anatel

1 Comment

  1. 26 de Maio de 2017

    Nossa venderam bastante hein. Deve ter muita gente puto por aí. Eu estou extremamente insatisfeito com esse Vibe K5 que já foi para assistência duas vezes e continua com o mesmo problema.