Leilão de frequências nos EUA fica muito aquém do esperado


martelo-globo-leilao-936x600 mundo justiçaA FCC, autarquia que regula as comunicações nos Estados Unidos, concluiu na sexta-feira, 10, a maior etapa do leilão de frequências da faixa de 600 MHz pertencentes a radiodifusores. Foram arrecadados US$ 19,6 bilhões por 70 MHz em espectro.

O resultado é uma fração do esperado no início do certame, quando a expectativa era vender 126 MHz, por mais de US$ 85 bilhões.

Agora, o processo entra em fase de finalização, no qual as operadoras podem fazer lances por faixas remanescentes, o que deve durar entre duas e três semanas. Ao longo desse intervalo, as emissoras de TV podem anunciar quais operadoras móveis ficaram suas frequências.

Neste modelo de leilão, a FCC atuou como uma espécie de mediador. Ouviu das emissoras de TV quais frequências queriam vender, por quanto, e as listou. As operadoras, então, puderam dar lances ao longo de várias rodadas, nos últimos setes meses.

A demanda, no entanto, se provou menor do que a oferta. Após a conclusão, as empresas farão a limpeza, que usará cerca de US$ 1,75 bilhão do valor total do leilão, e iniciarão o uso do espectro em até 39 meses. Este processo é semelhante à digitalização da TV aberta no Brasil.

Anterior Internet das Coisas multiplica dimensão dos ataques
Próximos Oracle retoma processo contra Google