Leilão de 700MHz: Chevron, Google, Qualcomm etc.


A Federal Communications Commission informou ontem, 18, que recebeu 96 propostas completas e 170 incompletas de interessados em participar do leilão de freqüências para serviços wireless, marcado para janeiro de 2008. (As propostas incompletas têm até 4 de janeiro para retificar as informações). Fora as presenças dadas como certas, como AT&T e Verizon Wireless, a …

A Federal Communications Commission informou ontem, 18, que recebeu 96 propostas completas e 170 incompletas de interessados em participar do leilão de freqüências para serviços wireless, marcado para janeiro de 2008. (As propostas incompletas têm até 4 de janeiro para retificar as informações). Fora as presenças dadas como certas, como AT&T e Verizon Wireless, a Google confirmou sua presença. Mas, afinal, o que teria levado a gigante petrolífera Chevron a se entrar na disputa?

Uma hipótese, dizem especialistas, é que empresas de petróleo e concessionárias de energia são grandes usuárias de comunicação sem fio. Na sua análise, tanto a Chevron como a Google não construiriam redes e, caso arrematem freqüências, podem alugá-las.

Já as inscrições da AT&T e da Verizon estão na lista das incompletas, ao lado das pequenas operadoras móveis Alltel e MetroPCS. Quem também deve participar da licitação é a operadora de cabo Cox Communications, e lá estará a Qualcomm, que já está construindo uma rede para entretenimento móvel nos canais vagos de TV. A inscrição da Google foi aceita pela FCC, assim como a da Towerstream, provedor de banda larga para o mercado corporativo. (Da Redação, com noticiário internacional)

Anterior Claro e CTBC já têm freqüência no triângulo mineiro
Próximos Sardenberg descarta conluio na queda dos ágios