Leilão de 4G: Conversor de TV terá acesso à internet e Ginga nacional


O Ministério das Comunicações está ultimando a portaria que vai estabelecer as características técnicas do conversor de TV que será adquirido com os recursos do leilão de 700 MHz e distribuído para a população de baixa renda poder assistir aos sinais de TV digital.

Conforme fontes do MiniCom, o governo não abre mão de fazer com que este aparelho tenha o máximo de funcionalidades possível e seja robusto o suficiente para o futuro das comunicações. “Este conversor deve estar pronto para permitir que a internet entre na casa de todos”, afirma fonte do ministério.

Isto quer dizer, explica o interlocutor, que o conversor terá o canal de retorno com a tecnologia móvel 3G  ( porque hoje  é a tecnologia de maior cobertura nacional).

Esta decisão de permitir o acesso à internet pelo canal de retorno da telefonia celular 3G será um marco importante na política da TV digital, visto que os radiodifusores reagem a esta solução, pois abre mais uma frente de concorrência com a programação local.

E, se o Ginga está sendo revisto pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior como uma peça a ser descartada nos aparelhos celulares,  conforme consulta pública lançada há alguns meses, nos conversores de TV digital a serem comprados em massa, o software nacional estará presente. Conforme técnicos do MiniCom, o Ginga terá também que vir embarcado nestes aparelhos, assim como os modens de conexão à internet.

Anterior Tráfego de dados da Oi durante a Copa já bate 35 milhões de fotos
Próximos Anatel regulamenta dívidas não tributárias