Leilão da Anatel: um guia acessível para os provedores regionais.


capa-cartilha-o-be-a-ba-da-licitacaoPela primeira vez, os provedores regionais vão poder disputar um leilão de frequências licenciadas, pois parte do espectro de  1,9 GHz e 2,5 GHz que estão no Lote tipo C têm cobertura limitada ao âmbito do município e, portanto, têm preço mais acessível. Apesar de algumas exceções, a maior parte dos lotes da subfaixa T em 2,5 GHz têm preço mínimo inferior a R$ 20 mil.

Para esses marinheiros de primeira viagem, a Momento Editorial preparou o “Beabá da Licitação”, um manual acessível e didático sobre como participar do leilão. O foco desse guia são os provedores regionais de acesso à internet e serviços de comunicações e, por isso, ele só trata em detalhes do Lote C,  com cobertura municipal.

Para baixar o Guia, clique aqui. E para ter acesso aos lotes de frequências por cidade e seus preços mínimos, clique aqui.

 

Anterior Oi registra prejuízo de R$ 1 bi no trimestre
Próximos Google reúne universidades e indústrias para padrões abertos de IoT

2 Comments

  1. fabio
    13 de novembro de 2015

    Prezados,

    estou lendo o material e vi que escreveram exceções como excessões. Está errado a grafia.

    Fabio

    • 13 de novembro de 2015

      Estranho. Em nosso portal a grafia está correta.
      Obrigado de qualquer forma.