Lei do Bem para tablets, notes e celulares será prorrogada


Todos os programas de incentivo que vencem no final deste ano, como a Lei do Bem, serão renovados pelo governo, assegurou a presidente Dilma Rousseff ao final da reunião do Fórum Nacional da Indústria realizada nesta quarta-feira (18), em Brasília. “Este é um tema relevante. Embora não tenha sido uma medida anunciada na reunião, eu tratei do assunto com a presidente Dilma e com o ministro Mantega e ambos asseguraram que a Lei do Bem, que vigora até 31 de dezembro deste ano, será prorrogada”, informou Humberto Barbato, presidente da Abinee.

A Lei do Bem desonera tablets, smartphones, notebooks e desktops até R$ 11 mil, que ficam isentos do PIS/Cofins. “Já tínhamos pleiteado a prorrogação e a presidente disse que conhecia o pleito e que a reivindicação tem a sua aprovação”, comentou Barbato. Para a Abinee, destacou, a renovação é uma medida “importantíssima porque a Lei do Bem foi a medida que acabou com o mercado cinza de computadores no país”.

Anterior Oi apresenta tecnologia de acesso a conta bancária pelo celular sem internet
Próximos Amazon entra no mercado de smartphones