Explosão-Galaxy-note-7

O herdeiro da Samsung foi preso na Coreia do Sul. Além de herdeiro da família mais rica da Coreia do Sul, Lee Jae-Yong é vice-presidente da empresa, mas na prática já exercer o controle de todo o grupo desde que o pai sofreu um ataque do coração em 2014.

Ele foi detido por causa da suposta participação em um grande escândalo de corrupção nacional, que levou até ao impeachment da presidente sul-coreana, Park Ún-Rê.

Os promotores acusam o grupo de pagar mais de US$ 37 milhões em propina para organizações não-governamentais ligadas a uma amiga da ex-presidente. Em troca, a Samsung queria que o governo aprovasse a fusão de duas unidades da empresa. Park Ún-Rê e a Samsung negam as acusações. (agências internacionais).