Kassab diz que TV analógica de São Paulo será mesmo desligada em março


tv 04

“O fim do sinal analógico de TV em São Paulo seguirá o cronograma inicial e confirmará o compromisso do governo com o setor de radiodifusão e com a população para oferecer serviço de qualidade, tanto da televisão como da telefonia em banda larga”. Com essas palavras, o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, destacou os próximos passos do ministério no setor de radiodifusão, durante encontro com representantes da Associação Brasileira de Empresas de Rádio e Televisão (Abert).

As operadoras de telecomunicações já teriam pedido informalmente o adiamento do desligamento da capital paulista para que ele ficasse coincidente com o desligamento  do restante do estado de São Paulo, em setembro. Além disso, há ainda o problema dos novos conversores, que precisam estar prontos para serem entregues. Os radiodifusores manifestaram-se desde o início contrários a esse adiamento.

O ministro teria deixado para o Gired (grupo que conduz o processo de migração) essa decisão, mas como as teles não se entendiam, e a próxima reunião do grupo está marcada apenas para o dia 7 de dezembro, ele resolveu, com essa declaração de hoje, colocar um ponto final na questão. (com assessoria de imprensa).

 

Anterior O voto divergente para o TAC da Telefônica
Próximos PL pelo fim da concessão de telefonia já tem parecer favorável no Senado