Kassab anuncia seu secretariado


A Sepin (de política de informática) será mesmo extinta e incorporada à secretaria de Pesquisa, com Jailson Andrade. Maximiliano Martinhão fica na equipe, na secretaria de Inclusão Digital e Internet; André Borges acumula chefia da assessoria com secretaria de Telecom. Vanda Bonna Nogueira vai para Radiodifusão. Álvaro Prata para Inovação. Secretário-Executiva, Elton Zacarias

O ministro da Ciênc ia, Tecnologia Inovações e Comunicações do governo interino, Gilberto Kassab, anunciou hoje, 23, os cinco secretários técnicos de sua nova pasta, além do secretário-executivo.

 Na secretaria-executiva manterá o mesmo nome do ministério das Cidades, Elton Zacarias, o único entre os secretários da antiga pasta que acompanhará o ministro na nova função. Como antecipou o Tele.Síntese, André Borges (que foi advogado do grupo América Móvil e da Oi) assumirá a secretaria de Telecomunicações e acumulará a função  de assessor especial de telecom de Kassab.

Conforme a Medida Provisória que fundiu as pastas de  Ciência e Tecnologia e de Comunicações, este novo ministério passa a ter cinco secretarias, que foram hoje nominadas à imprensa  por Kassab.

Além da secretaria de Telecom, o MCTIC contará com as secretarias de radiodifusão, de inovação, de inclusão digital e internet, e de políticas e programas de pesquisa e desenvolvimento. Para a secretaria de Radiodifusão, no lugar de Roberto Pinto Martins, será designada Vanda Bonna Nogueira, advogada do setor. Ela tem diferentes documentos junto à Anatel e ao antigo Ministério das Comunicações defendendo emissoras de TV comerciais como a SBT, e operadoras de TV paga, como a NET.

Na secretaria de inclusão e Internet o atual secretário de telecom, Maximiliano Martinhão, assume a liderança. Ele deverá continuar a presidir a Câmara de M2M e IoT.

A secretaria de Política de Informática será mesmo extinta, conforme proposta do ex-ministro Celso Pansera. Segundo Kassab, ela será incorporada à secretaria de Políticas e Programas de Pesquisa e Desenvolvimento, cujo atual secretário, Jailson Bittencourt de Andrade, foi nomeado MCTI pelo governo Dilma como representante da comunidade acadêmica, e vai permanecer. Para a secretaria de Inovação foi convidado Álvaro Prata, que já ocupou o mesmo cargo e  foi secretário executivo do MCTI no governo Dilma Rousseff .

 

Anterior Telefónica prepara IPO de empresa global de infraestrutura
Próximos Ruído desnecessário no processo eleitoral do CGI