Justiça do Pará nega pedido de suspensão de vendas da TIM no estado


A Justiça Federal do Pará indeferiu pedido de liminar feito pelo Ministério Público Federal do estado (MPF/PA) para obrigar a operadora de telefonia celular TIM a suspender a comercialização de novas assinaturas ou habilitar novas linhas até a implementação de medidas que garantam a melhoria dos serviços.

A juíza federal substituta Carina Bastos de Senna entendeu que a liminar não poderia ser concedida porque já existe um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado entre o Ministério Público e a operadora, afastando, assim, “a possibilidade de ajuizamento de uma ação civil pública que tenha o mesmo objeto do compromisso ajustado”.(Da redação, com assessoria de imprensa)

Anterior Oi já oferta banda larga popular em 1.772 municípios
Próximos Termina esta semana prazo para operador de TV paga dizer à Anatel se tem sócio radiodifusor