Justiça argentina restaura direitos de voto da Telecom Italia em operadora local


A Corte Civil e Comercial da Argentina restaurou os direitos de voto da Telecom Italia na Telecom Argentina, que haviam sido suspensos temporariamente pelo órgão regulador antitruste na análise da concentração no mercado argentino, após a aquisição de participação da Telefónica na Telecom Italia. A notícia, divulgada pela agência Dow Jones, diz que Corte Civil …

A Corte Civil e Comercial da Argentina restaurou os direitos de voto da Telecom Italia na Telecom Argentina, que haviam sido suspensos temporariamente pelo órgão regulador antitruste na análise da concentração no mercado argentino, após a aquisição de participação da Telefónica na Telecom Italia. A notícia, divulgada pela agência Dow Jones, diz que Corte Civil e Comercial entendeu que a Comissão Nacional de Defesa da Concorrência (CNDC) não tinha poderes para impor a restrição.

No final de junho, em entrevista à mídia italiana, o CEO da Telecom Italia, Franco Barnabé, confirmou o interesse de vender a participação na Telecom Argentina. A razão seria o litígio com o sócio argentino, Werthein, que teria o apoio do governo Kirchner e teve uma decisão contrária a seus interesses do órgão regulador. Ao contrário da decisão da Anatel, que impôs condições para que a espanhola Telefónica não interfira nas decisões da TIM Brasil, na Argentina, o órgão regulador decidiu impedir que os representantes da própria Telecom Italia comandassem a operação local, também devido ao ingresso da operadora espanhola no controle da Telecom Italia. (Da redação)

Anterior Telmex Internacional tem lucro de US$ 203 milhões no 2T09
Próximos Justiça pede multa de R$ 300 milhões para Oi e Claro