O Ministério das Comunicações divulgou novos resultados sobre o Fundo para o Desenvolvimento Tecnológico das Telecomunicações (Funttel). O ministério afirma que houve um retorno de 500% sobre os investimentos do fundo no período entre 2001 e 2012. O resultado mostra melhora em relação ao apresentado em 2014, quando o retorno até 2011 havia sido calculado em 488%.

Para cada R$ 1 alocado em projetos que tiveram resultados financeiros, foi gerado R$ 5 de faturamento para o mercado nacional do setor. A conta do Ministério das Comunicações (Minicom) não leva em conta os ganhos indiretos, como o capital intelectual gerado.

O fundo financiou 503 registros de propriedade intelectual, tais como patentes, softwares e marcas. Além disso, um total de 202 produtos e tecnologias comercializáveis foram gerados a partir dos recursos do Funttel. Os dados fazem parte de um levantamento realizado pela área técnica responsável pela gestão do fundo. Ao longo desses onze anos, o Funttel investiu cerca de R$ 1,14 bilhão em 141 projetos.

“Estamos priorizando o modelo em que o pesquisador trabalha exclusivamente em um determinado projeto, pois temos a convicção de que, assim, os resultados são melhores”, explica Eder Alves, secretário-executivo adjunto do fundo. Em média, 666 pesquisadores altamente qualificados trabalharam em estudos do Funttel, durante o ano de 2012, sendo que, desses, 339 dedicaram-se especificamente a algum estudo.

O levantamento também apontou que, no total, 824 postos de trabalho diretos foram mantidos na indústria de telecomunicações brasileira como efeito dos investimentos. “Se considerássemos também os empregos indiretos, esse número chegaria a algumas dezenas de milhares”, estima Alves.

Administrado pelo Minicom, o Funttel tem o objetivo de estimular o processo de inovação tecnológica, incentivar a capacitação de recursos humanos, fomentar a geração de empregos e promover o acesso de pequenas e médias empresas a recursos de capital para ampliar a competitividade da indústria brasileira de telecomunicações. (Com assessoria de imprensa)