Investigação independente encontra “problemas significantes” em fábricas da Foxconn


Uma investigação independente encontrou “problemas significantes” nas práticas trabalhistas dentro de fábricas da Foxconn – empresa chinesa que produz iPhones e iPads. A associação de direitos trabalhistas americana Fla lançou uma investigação após denúncias de jornada de trabalho estendida e segurança precária.

A Fla anunciou que as denuncias surgiram logo após a visita do CEO da Apple, Tim Cook, às fábricas esta semana. Um acordo entre a empresa chinesa e a Fla foi firmado, e a Foxconn se comprometeu a reduzir a jornada de trabalho, pagar um salário mais justo e melhorar a representação trabalhista. Estas medidas, no entanto, serão adotadas gradualmente até julho de 2013.

Uma série de suicídios entre os funcionários da Foxconn ano passado colocou as condições de trabalho em suas fábricas sob o holofote. Mês passado a empresa anunciou que iria convocar inspetores independentes da Fla para auditar os espaço de produção de equipamentos da Apple.

(Fonte: BBC)

Anterior Anatel dá prazo de 120 dias para Hoje quitar débitos com a Vivo
Próximos Regra de tarifação rural desagrada às concessionárias