Interop Technologies quer conquistar Brasil e México


Com investimentos de US$ 30 milhões programados para os próximos três anos, a Interop Technologies anuncia sua chegada ao mercado América Latina. "Após sete anos nos Estados Unidos, a empresa decidiu partir para o mercado internacional e, na região, vai concentrar seus investimentos no Brasil e no México", informa George Espínola, diretor de vendas para …

Com investimentos de US$ 30 milhões programados para os próximos três anos, a Interop Technologies anuncia sua chegada ao mercado América Latina. "Após sete anos nos Estados Unidos, a empresa decidiu partir para o mercado internacional e, na região, vai concentrar seus investimentos no Brasil e no México", informa George Espínola, diretor de vendas para América do Sul e responsável pelas atividades no Brasil. Segundo ele, a região foi escolhida pelo aumento na penetração de celular e pela tendência de crescimento dos serviços de valor adicionado na telefonia móvel. No caso do Brasil, outro atrativo foi a demanda por serviços em call center que aumentou após a regulamentação do setor, que impôs regras para ao atendimento ao consumidor.  

A Interop é um provedor de soluções para operadoras de telefonia móvel, com soluções para troca de mensagens, gestão de dispositivos e gateways de conectividade. Segundo Espínola, em duas semanas a companhia inicia alguns testes com operadoras locais, que vão testar um produto que gerencia dispositivos através da interface aérea. "Com esse produto, se um assinante liga para o call center da operadora, o atendente consegue, por exemplo, reconfigurar o aparelho daquele cliente de forma simples. Se for um novo cliente, que portou seu número, é possível configurar o aparelho para funcionar dentro da rede da operadora, sem perda de dados", comenta o executivo.

Os testes não representam, por enquanto, nenhum contrato para a empresa no país. "Nossa estratégia é oferecer o produto para a operadora testar, sem compromisso", comenta Espínola. A empresa pretende trabalhar diretamente com o cliente, sem usar canais de revenda. (Da Redação)

Anterior Anatel multa a Vivo em R$ 900 mil por defeito em plataforma
Próximos Ericsson anuncia mudanças no comando