Interconexão vai crescer o dobro da internet até 2021, diz estudo


A taxa de crescimento anual composta (CAGR) da interconexão privada, no período entre 2017 e 2021, deve alcançar 48%, o dobro da esperada para a expansão do tráfego IP no mundo, de 26%. Esses dados fazem parte do Global Interconnect Index volume 2, divulgado hoje, 18, pela Equinix mundialmente. O mesmo estudo indica que a América Latina deverá apresentar uma CAGR de 59%.

Em 2021, a velocidade de interconexão provisionada deve chegar a mais de 8.200 terabits por segundo (Tbps) em capacidade, ou o equivalente a 33 zettabytes (ZB) de troca de dados por ano, um aumento radical em relação à projeção do ano anterior e dez vezes a capacidade projetada de tráfego de internet. A América Latina terá 755 Tbps, ou 9% da capacidade total. A liderança seguirá com os Estados Unidos, com 3,318 Tbps, seguidos por Ásia (2,220 Tbps) e Europa (1,921 Tbps).

De acordo com Wellington Lordelo, gerente de Marketing e Soluções da Equinix, a expansão dos serviços digitais dentro das empresas e a necessidade de as companhias integrarem o mundo real ao virtual vêm impulsionando o crescimento da taxa de interconexão em todo o mundo, como mostra o estudo. E esse movimento é contínuo em função de cinco grandes tendências: a expansão dos negócios digitais, a urbanização acelerada (em 2050 existirão 50 megacidades no mundo, entre elas São Paulo), o risco à segurança cibernética (a troca de dados privadas é mais segura do que o uso da internet), a exigência de proteção dos dados e o crescimento do ecossistema dos negócios (ampliação do leque de clientes e parceiros, o que exige expansão digital e mais interconexão).

Em nível global, as projeções do estudo indicam que o maior volume (66%) da velocidade total de interconexão em 2021 será de empresas se conectando com operadoras de telecom para resolver os problemas de latência. E o ritmo mais rápido de crescimento, medido pela CAGR (98%), será das empresas se conectando à nuvem e aos serviços de TI.

Anterior Qualcomm inaugura centro de referência em IoT no Brasil
Próximos Brasscom cria código de ética para período eleitoral