Iniciativas de inclusão digital recebem Prêmio ARede 2014


manoel horacio
Manoel Horácio, presidente do Instituto Tim, e Eduarda La Rocque (direita), presidente do IPP receberam o troféu pelo projeto Agentes da Transformação.

Aconteceu na noite de ontem (17), na sede no Instituto Itaú Cultural, em São Paulo (SP), a cerimônia de entrega do Prêmio ARede 2014. Organizada pela Bit Social, Oscip que conta com o apoio da Momento Editorial. Entre os agraciados estão os projetos Agentes da Transformação Instituto TIM; o HelpLine, da  SaferNet Brasil; e o Participatório,  da Secretaria Nacional de Juventude

Os vencedores receberam os troféus das mãos das autoridades presentes e puderam contar à plateia de mais de 200 pessoas sobre as iniciativas que se destacaram este ano. Entre as surpresas, um empate na categoria especial Educação e uma homenagem ao ativista Sergio Amadeu.

Lia Ribeiro Dias, uma das dirigentes da Bit e também diretora da Momento, fez um balanço dos dez anos da revista, que este ano encerra um ciclo editorial. A partir de 2015, deixa de circular a publicação impressa. “Mas a marca ARede permanece, com muitas novidades”, disse ela. Áurea Lopes, editora-executiva da revista, contou quais: “A partir do próximo ano, passamos a ter um foco específico no uso de TICs para a Educação. Vamos lançar um novo portal sobre essa temática. E manteremos o Anuário ARede e o Prêmio ARede também focados no segmento de tecnologia educacional”.

participatorio
Severine Macedo, secretária nacional de juventude do governo federal (esq.) e equipe receberam prêmio na categoria conteúdo de interesse público pelo projeto Participatório.

Homenageado durante a noite, o sociólogo Sergio Amadeu, parceiro da Rede desde a criação do projeto, recebeu também o troféu em nome do deputado federal Alessandro Molon, eleito a Personalidade do Ano 2014. Para Amadeu, a aprovação do Marco Civil foi uma enorme conquista, “mas precisamos participar do debate sobre a regulamentação da lei, para que as vitórias obtidas pela sociedade civil não sejam derrubadas”. A festa contou com apresentação musical e uma cenas de teatro do grupo Pombas Urbanas.

Os premiados inscreveram os projetos ao longo do ano, no site do Prêmio ARede 2014. Foram mais de 100 inscritos, que concorreram em 12 categorias. Um grupo de jurados composto por representantes de empresas, academia, sociedade civil e da Bit Social atribuíram pontos à execução das iniciativas. Os mais bem cotados receberam o troféu. Houve empate na categoria Especial Educação.

Confira abaixo a relação dos projeto premiados:

VENCEDORES 2014
» PERSONALIDADE DO ANO
Alessandro Molon
Deputado federal – relator do Marco Civil da Internet

» ESPECIAL EDUCAÇÃO
Projeto: REA.br
Responsável: Instituto Educadigital

QEdu: aprendizado em foco
Fundação Lemann

» SETOR PRIVADO
> Conteúdo de interesse público
Agentes da Transformação Instituto TIM

> Capacitação e formação
Projeto Tecnologia para Todos

> Serviços aos usuários e à comunidade
Projeto de Telemedicina de Sergipe
Cisco do Brasil e Universidade Federal de Sergipe

> Tecnologia para acessibilidade
Vida Mais Livre
Agência Espiral Interativa

» TERCEIRO SETOR
> Conteúdo de interesse público
HelpLine
SaferNet Brasil

> Capacitação e formação
E se eu fosse o autor?
Associação Casa da Árvore

> Serviços aos usuários e à comunidade
DiasporaBR
Anahuac de Paula Gil

» SETOR PÚBLICO
> Conteúdo de interesse público
Participatório – Observatório Participativo da Juventude
Secretaria Nacional de Juventude

> Capacitação e formação
Ensino de programação para alunos do 4o e 5o anos do ensino fundamental
Prefeitura de Cascavel

> Serviços aos usuários e à comunidade
Laboratório Hacker
Câmara dos Deputados

> Tecnologia para acessibilidade
Recursos Tecnológicos Acessíveis
Secretaria Municipal de Educação de São Paulo

 

Anterior BlackBerry libera seus novos softwares para diferentes fabricantes
Próximos Falta de presidentes das teles e da Senacom suspende audiência sobre qualidade do celular