IBM e Ericsson criam módulo de ondas milimétricas menor que um smartphone


modulo-ibm-ericsson-matriz-de-fase-5gA IBM e a Ericsson anunciaram hoje, 08, a criação de um novo equipamento que poderá ser usado em redes 5G e tem tamanho um pouco menor que um smartphone. Trata-se de um circuito integrado de ondas milimétricas (mmWave), em silício e operando a 28 GHz. Este módulo mede 2,8×2,8 polegadas.

O dispositivo é resultado de uma pesquisa que já dura dois anos e pretende encolher as estações radiobase que serão usadas nas redes móveis de quinta geração. O módulo consiste em quatro circuitos monolíticos integrados e 64 antenas duplamente polarizadas.

O primeiro lançamento da especificação 3GPP 5G deve ficar pronto em 2017/2018, mas já há testes de campo que comprovam a possibilidade de reduzir em muito a latência das conexões a capacidade da troca de tráfego. Espera-se que o 5G ofereça suporte para taxas de dados que excedem 10 Gbps em determinadas situações.

Outro avanço em desempenho reportado pela equipe é a demonstração da operação de polarização dupla simultânea nos modos de transmissão e recebimento. Esse recurso permite que um módulo de antena de matriz de fase forme dois feixes simultaneamente, duplicando o número de usuários atendidos ao mesmo tempo e aprimorando a economia e o valor geral da tecnologia.

A pesquisa continua. Além do módulo para comunicação entre antes, a IBM e a Ericsson querem chegar em um componentes que permita a celulares se comunicarem diretamente com as estações radiobase usando ondas milimétricas. (Com assessoria de imprensa)

Anterior Reino Unido garante mais espectro para a 5G
Próximos Planalto manda PLC 79 de volta ao Senado Federal