IBGE: Serviço de informação cai 1,3% e PIB tem retração de 1,9% no segundo trimestre


O IBGE divulgou hoje,28, o desempenho da economia brasileira no segundo trimestre do ano, apresentando uma queda de 1,9% do PIB (Produto Interno Bruto) em relação ao primeiro trimestre. Mas os serviços de informação (que incluem telecomunicações, atividades de TV, rádio e cinema, edição de jornais, livros e revistas, informática e demais serviços relacionados às tecnologias da informação e comunicação (TICs) tiveram queda menor, de 1,3%

Em relação ao mesmo período do ano passado – ou seja, segundo TRI de 2014, o PIB apresentou queda de -2,6%. Em relação ao primeiro trimestre deste ano,  o segmento de serviços em geral teve queda de -0,7% (porque os setores de saúde, educação e imobiliário tiveram resultados positivos), mas a indústria apresentou a maior retração, de -4,3%, seguida pela agropecuária, -2,7%.

Conforme o instituto,  a formação bruta de capital fixo registrou o oitavo trimestre consecutivo de queda nessa base de comparação: 8,1%. A despesa de consumo das famílias (-2,1%) caiu pelo segundo trimestre seguido. Já a despesa de consumo do governo cresceu 0,7%, em relação ao trimestre imediatamente anterior. No que se refere ao setor externo, as exportações de bens e serviços tiveram aumento de 3,4%, enquanto as importações de bens e serviços recuaram 8,8%, em relação ao primeiro trimestre de 2015. ( assessoria de imprensa). 

Anterior Enio Klein: Omnichannel é o auge da convergência de canais
Próximos Claro, Oi, TIM e Vivo vão mesmo ter que pagar mais de R$ 300 milhões para operadoras de TV MMDS