Hughes vai ativar banda larga por satélite em mil cidades neste ano


A Hughes prepara expansão no Brasil a partir da entrada em funcionamento de novo satélite da Telesat. Planeja, ainda, lançar aqui solução SD-WAN para o mercado corporativo, com objetivo e atrair parte do mercado MPLS.

Rafael-Guimaraes-hughes

A Hughes, provedora de internet via satélite, promete ampliar cobertura neste ano. A empresa vai começar a vender planos banda larga em mil novas cidades, inclusive nos estados de Amapá, Amazonas e Rondônia, que ainda não atende, a partir do terceiro trimestre.

Para fazer a expansão, vai usar capacidade do satélite Telstar 19 Vantage, conhecido no mercado como T19. A nave pertence à Telesat e ocupará a posição orbital brasileira de 63º Oeste. A previsão é que o satélite seja lançado no segundo trimestre, pela SpaceX, usando um foguete Falcon 9.

Atualmente, a Hughes, sob a marca HughesNet, cobre cerca de 4 mil cidades. Os planos têm velocidades de acesso que variam de 10 Mbps a 25 Mbps, que podem ser residenciais ou corporativos. Todos têm franquia de dados, que variam de 35 gigabytes a 80 gigabytes, e preços entre R$ 200 (mais barato residencial) e R$ 760 (corporativo mais caro).

Expansão na América Latina

Rafael Guimarães (foto), presidente da Hughes no Brasil, conta que a expansão faz parte da estratégia de longo prazo da companhia para a América Latina. A empresa começou a operar banda larga na região em 2016, e abriu uma subsidiária na Colômbia ano passado.

“Neste ano, a Hughes vai começar a operar também no Chile, no Equador e no Peru”, conta. Cada país terá seu presidente. “A expansão é baseada na capacidade de três satélites. O da Eutelsat 65º Oeste, já em uso, o T19, e o Jupiter 3, da Echostar, que vai atender os EUA e parte da América Latina”, ressalta. Echostar é a controladora da Hughes.

B2B com ou sem satélite

A Hughes terá outra novidade neste ano, no mercado corporativo. Vai lançar no Brasil, também no segundo semestre, a solução HughesOn. Trata-se de um serviço de SD-WAN, no qual a empresa usa tecnologia própria para integrar acessos de banda larga de grandes empresas.

A tecnologia é capaz de substituir as redes MPLS inteiras por acessos de provedores comuns, e não mais dedicados. “O MPLS já enfrenta gargalos. Com o SD-WAN, usando diferentes acessos e virtualizando aplicações locais, aumentamos a banda disponível em muitas vezes, garantindo o SLA [acordo de qualidade, na sigla em inglês]”, diz o executivo. Em pontos do Brasil onde haja carência de provedores, a Hughes entregaria o produto junto com sua conectividade por satélite.

O HughesOn é um dos principais produtos da Hughes nos EUA, onde é usado em 280 mil pontos do país. No Brasil, Guimarães espera que se torne, no médio prazo, a principal fonte de receita no segmento B2B.

Os lançamentos locais também são motivados por uma efeméride. Em março, a Hughes completa 50 anos de operação no Brasil. A empresa chegou ao país em 1968, quando foi contratada para lançar satélites pelo governo federal.

Anterior Telecom Italia apresenta plano para separar infraestrutura de rede
Próximos AT&T avalia fazer IPO da DirecTV AL

29 Comments

  1. 7 de Fevereiro de 2018

    Se ela não tivesse o lixo de franquia de dados igual a operadora de celular com certeza já estaria dominando o Brasil com banda langa.
    Virou só mais um lixo com franquia!!!

  2. 7 de Fevereiro de 2018

    Muito caro

  3. Marcos
    7 de Fevereiro de 2018

    Pra mim uma porcaria. …pois o sinal nos primeiros dias é bom. .. depois é que começa a raiva…pois a Internet tem franquia é um problema. E quando é vendida eles não dá essa informação ao cliente.

  4. Claudio Rocha
    7 de Fevereiro de 2018

    Estou pensando seriamente em cancelar meu plano é um verdadeiro absurdo o valor cobrado eu 249.90 é a franquia ainda acaba em 10 e 12 dias na minha casa com apenas duas pessoas usando pouco tempo absurdo total..

  5. Marcos
    7 de Fevereiro de 2018

    É muito dinheiro por internet!

  6. Fábio Silva
    8 de Fevereiro de 2018

    Essa operadora de internet só serve se não tiver outra no local, digo isso pelo fato do valor das mensalidades serem um verdadeiro absurdo. Fui cliente um ano e meio, mas recentemente cancelei o serviço. Eles cobram adesão,e no meu caso, o plano mais encontro me custava r$ 249,90. O pacote de dados eram 35 gigas, assim distribuído: 15 gigas de 7h as 00h e 20 gigas de 00h as 7h, para o mês todo. Paga-se caro e ainda falta internet, pois não dá para o mês. Isso sem contar que quando chove a conexão cai. Na verdade, a Hughes Net explora o meio rural onde não chega às outras modalidades de internet.

  7. 8 de Fevereiro de 2018

    Estou ancioso e a espera desce novo metodo que venha pra soma em nosso cotediano

  8. 8 de Fevereiro de 2018

    Eu me interessei

  9. Roberto campos
    8 de Fevereiro de 2018

    Ridícula a
    de feanquia de dados para internet fixa

  10. Paulo
    8 de Fevereiro de 2018

    Q caro vai se muito difícil competir com as teles brasileiras.

  11. 8 de Fevereiro de 2018

    Esss Internet ai só presta pra quem é da roça mesmo pq a latência de uma Internet vis satélite é horrível 500ms to fora.

  12. 8 de Fevereiro de 2018

    E o valor vai abaixar ou não?

  13. Maria Candida
    8 de Fevereiro de 2018

    Duvido que chegue a Boraceia. Aqui nao chega nada. So turistas barulhentos sem noção.

  14. Ruth
    8 de Fevereiro de 2018

    Meu Sonho é ver banda larga com poder de dar aos consumidores o direito de escolha. Moro na região Chamada Porto Maravilha na cidade do Rio de Janeiro RJ. Vergonhosamente a Oi tem o domínio de internet através da ultrapassada Velox. Os moradores vivem em eterno estresse, pois se paga o pacote e TV de péssima qualidade e a internet+ Wi-Fi em uma semana se conseguir sinal no máximo chega a 4h/semana. Fico Feliz e com esperança que possamos sair deste cabresto autoritário da Oi.

  15. Ricardo
    8 de Fevereiro de 2018

    O ruim e que essa internet e muito cara, dificilmente que tem baixa renda vai querer adquirir e ainda por cima tem limite de franquia.

  16. 8 de Fevereiro de 2018

    Caro demais, somente para rico.

  17. 8 de Fevereiro de 2018

    Meu 4g é mais barato, e infinitamente melhor q a Hughes. Jogo com 20 de ping com o 4g, na Hughes, conseguia a façanha de bater 1000 de ping . Rsrs.
    Só serve pra enganar trouxa

  18. Helio
    8 de Fevereiro de 2018

    Somente para quem reside ou trabalha em zona rural e não tem outra opção. Muito cara, lenta, franquia absurdamente pequena. Se você joga online, pode esquecer… Mesmo se contratar o plano com mais banda, tem o problema da latência…Acho que são 70 mil Km ida-volta entre sua casa e o satélite (Circunferência da terra tem “só” 40 mil)… Eles exploram o preço porque sabem que o consumidor não tem outra opção. Pra ser sincero, se tivesse franquia ilimitada eu me conformava, mas nem isso… Ouvi falar que tem que um projeto para eliminar franquia de dados em todos os planos de internet (exceto os de celular). Fico na esperança dos nossos políticos fazerem algo, ou de mais concorrência no setor.

  19. Marcos
    8 de Fevereiro de 2018

    Está internet com franquia não presta tenho .mais deixa a desejar.se não tivesse franquia aí sim já estaria dominando o mercado.e uma porcaria

  20. Wilson Higino Lustosa
    8 de Fevereiro de 2018

    Para mim, como parceiro, e cliente, a maior dificuldade para vendas, é o preço é a franquia, se existisse um plano popular 5mb, com um valor de pelos menos uns 120 reais, dava se ter uma grande aceitação

  21. João Batista
    8 de Fevereiro de 2018

    Pra mim é uma internet de alta qualidade, tenho na minha casa e nunca tive problema com franquia, mesmo com franquia zerada consigo fazer meu trabalho e assistir filme no YouTube sem travas, sei que no momento não é para todas as classes sociais, mas vamos conseguir preços mais em conta para esses clientes no futuro próximo em até 2 anos…

  22. Ângelo Toledano
    8 de Fevereiro de 2018

    Estou internet lenta desde 28/01/2018 não conseguem acertar e ruim o SAC. Ta dificil

  23. José Carlos Barcelos dos Santos
    8 de Fevereiro de 2018

    Concordo com o João Batista, essa internet tem limitações,mas satisfaz a contento, aproveito o horário da noite para ver filmes completos de boa qualidade.acho que em um futuro próximo eles vão lançar plano mais acessíveis.

  24. Marcio souza
    8 de Fevereiro de 2018

    Eu moro em fazenda e assinei à alguns meses, pra navegar e assistir filmes n tenho problema mais eu gosto d jogar on line, ai o bicho pega mesmo mais fui informado sobre o problema pela vendedora e pelo instalador, se fosse possivel resolver esse problema e cm um preço mais acessivel seria realmente perfeito!

  25. Irinaldo
    9 de Fevereiro de 2018

    Se fosse um preço mas muito mas muito mas muito melhor e não tivesse essa porcaria de franquia talvez assinase essa internet

  26. Elisete
    9 de Fevereiro de 2018

    É ótima,excelente mais porem caro d mais

    E se uma vez colocar não pode desativar antes de um ano porque se cancelar a multa é altíssima de 600,00 R$ e no entanto somos obrigados a continuar pagando para q o nome não vá pro SPC

    É ótimo a internet,só o valor q é insatisfatório,deveriam abaixar um pouco o valor

  27. Roquiria Feliciano Nascimento
    9 de Fevereiro de 2018

    Não presta, pior internet que existe, não perca tempo vou cancelar a minha que está no nome de minha.

  28. Gilberto
    11 de Fevereiro de 2018

    A banda larga por satélite é cara e ruim, só tem mercado aqui no Brasil porque a Oi está sem dinheiro para investir em banda larga na sua área de concessão.

  29. Alison
    13 de Fevereiro de 2018

    Esse tipo de serviço, só entra em regiões remotas, onde nenhuma outra operadora consegue atingir, o serviço é limitado e caro por conta da tecnologia, os satélites, sendo assim se torna muito caro e inviável para a maioria da população, somente em casos extremos como eu disse, onde nenhuma outra operadora consegue atingir