Huawei tenta evitar banimento no Japão


A fabricante de equipamentos de rede e smartphones chinesa Huawei está negociando com o governo do Japão forma de evitar o banimento do país. Os japoneses começaram a investigar a empresa, após pressão norte-americana, em 2018. O governo local chegou a emitir ordem proibindo órgãos públicos de comprar produtos de empresas chinesas por motivos de segurança nacional em dezembro.

Agora, a Huawei contra-ataca. Representantes da empresa vem se encontrando com políticos e integrantes do governo a fim de negociar uma saída. Já estiveram com o ministro de Assuntos Internos e Comunicações e com o de Economia, Comércio e Indústria. Em ambas as ocasiões, os executivos ressaltaram que a Huawei compra US$ 6 bilhões ao ano em componentes do Japão, e que se não for banida, o valor irá crescer muito neste ano, conforme o site RCR Wireless.

Ainda não está claro, no entanto, se as conversas serão capazes de levantar o banimento por parte do governo de computadores, servidores ou equipamentos de telecomunicações da Huawei e da ZTE. Até o momento, EUA, Canadá, Reino Unido, Austrália e Nova Zelandia bloquearam ou restringiram negócios com a Huawei sob alegação de ameaça à segurança nacional.

Anterior Verizon ataca AT&T por rebatizar conexões 4,5G para "5G Evolution"
Próximos PGMU acende sinal de alerta na Abrint