Huawei reciclou 850 toneladas de equipamentos em dois anos, no Brasil


A fabricante Huawei reciclou, no Brasil,  entre 2017 e março de 2019, já foram mais de 850 toneladas de equipamentos. Os materiais são reciclados em Sorocaba, interior de São Paulo, em parceria com o Grupo Reciclo na planta da Huawei na cidade. O grande foco é nos resíduos eletrônicos dos equipamentos, que são separados e vão para diferentes destinos. Materiais básicos, como metais, madeira e plástico são enviados para empresas de reciclagem, parceiras e homologadas pela Reciclo. Já placas eletrônicas e outros componentes mais complexos são destinados à exportação, para países com um know-how maior para separar os metais preciosos, Ouro, Prata, Paládio e Cobre.

Das 850 toneladas recicladas entre 2017 e 2019, os materiais com maior destaque foram os eletrônicos (em um total de 42 toneladas, ou aproximadamente 5% do total reciclado), cabos (em um total de 37 toneladas, ou aproximadamente 4%) e baterias de chumbo (em um total de 37 toneladas, ou aproximadamente 4%).

“Sob um modelo de economia circular, todos os recursos podem ser reaproveitados. O objetivo é maximizar o valor do produto e reduzir o consumo e desperdício de recursos, assim como o impacto ao meio-ambiente. Este conceito está em nosso design de produtos e usamos as mais recentes tecnologias para impulsionar a eficiência no uso das matérias-primas”, analisou Andrei Risso, gerente de saúde, segurança e meio ambiente da Huawei do Brasil.

A Reciclo Inteligência Ambiental tem como missão transformar o valor da reciclagem no mundo. E a mudança na percepção da importância da reciclagem na nossa sociedade passa pela compreensão do conceito de economia circular, onde os recursos naturais são escassos e devem ser gerenciados de maneira inteligente. “Neste sentido a Huawei do Brasil vem atuando de maneira proativa na incorporação da Logística Reversa na sua estratégia de negócios em parceria com a Reciclo. A empresa decidiu gerenciar os fluxos de seus resíduos por meio de nossa plataforma digital, que além da conformidade ambiental, provê disponibilidade imediata dos dados”, comenta Marcus William Oliveira, CEO do Grupo Reciclo.

Reciclagem no mundo
A empresa assumiu o compromisso de proteger o meio ambiente à medida que expande seus negócios globais de consumo. A Huawei possui um Programa Global de Reciclagem Ecológica que em 2017, chegou ao número de 705 postos de reciclagem em 36 países e regiões ao redor do mundo para o manuseio de telefones celulares, tablets e outros produtos eletrônicos descartados.

Com todas essas ações, a Huawei faz sua parte no seu compromisso com o Pacto Global para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentáveis promovidos pela Organização das Nações Unidas, principalmente em um dos focos do Objetivo número 15: proteger, recuperar e promover o uso sustentável dos ecossistemas terrestres. (assessoria de imprensa).

Anterior MP dos Dados Pessoais é um retrocesso na legislação, afirmam especialistas
Próximos Operadoras tentam se reinventar para competir com Netflix na TV paga

Sem comentários

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *