Huawei quer ser a primeira em smartphone em cinco anos


huawei-p10-mwc-12Barcelona – A fabricante chinesa lançou no MWC os seus dois novos aparelhos – o P10 e P10 Plus-  com a intenção de competir diretamente com os top de linha da Apple e da Samsung. Mais do que intenção, a empresa, que é atualmente a terceira colocada no ranking, quer ascender rapidamente ao primeiro lugar. ” Pretendemos ser os primeiros em cinco anos”, afirmou Richard Yu, CEO da divisão de negócios para o consumidor.

O calcanhar de Aquiles da Huawei continua a ser o mercado norte-americano, onde não consegue entrar. Mas essa dificuldade não estimula a empresa a procurar o presidente norte-americano, Donald Trump, e prometer empregos nos Estados Unidos, como fez recentemente o presidente da também chinesa Alibaba.

Perguntado sobre sua estratégia para os EUA e uma possível reunião com Trump, Yu respondeu aos jornalistas – ” Não somos como Jack Ma (presidente da Alibaba). Nós somos mais humildes”. Mas o executivo assinalou que a empresa compra muitos semicondutores e softwares norte-americanos, e que o comércio é amplamente favorável aos Estados Unidos. Ele espera que não seja criada uma guerra comercial entre os dois países. (Com agências).

PUBLICIDADE

A jornalista viajou a convite da Huawei

Anterior Teles já veem 5G para além da tecnologia
Próximos Governo fará mais cinco "mini-consultas" antes de definir o Plano Nacional de IoT