Huawei não representa risco à segurança nacional do Reino Unido, diz relatório


O governo do Reino Unido isentou a Huawei das acusações de que ajudaria o governo da China a operar ações de espionagem a cidadãos britânicos. Em 2012, a empresa criou um centro de cibersegurança na Inglaterra. Um ano depois, o Congresso britânico criticou a empresa em relatório, acusando-a de laços muito estreitos com o governo chinês. Um órgão dedicado ao assunto, foi criado apenas para supervisionar os trabalhos deste centro.

O primeiro relatório deste órgão foi divulgado ontem, e diz que em 2014 a Huawei cumpriu todas as suas obrigações legais “em respeito ao comprometimento de mitigar qualquer risco à segurança nacional do Reino Unido, envolvendo as redes críticas de comunicação do país”.

Com a conclusão, o órgão dá sinal verde para que a Huawei possa fornecer livremente equipamentos e soluções na Grã-Bretanha. Em comunicado, a empresa comemorou o resultado e manteve o compromisso de informar o governo sobre suas ações. “Como a cibersegurança é um desafio global, é importante que governo e indústria trabalhem em conjunto”, ressaltou. Os Estados Unidos realizaram investigação semelhante, e também isentaram a empresa(Com agências internacionais)

Anterior Twitter lança streaming de vídeo, Periscope
Próximos Ligações de telefone fixo para celulares da Nextel e Algar caem até 16%