Huawei começa produção de celulares no Brasil. Tablets só em 2012.


A fabricante chinesa Huawei anunciou nesta segunda-feira (12) que já iniciou neste mês a fabricação de seu smartphone Ideos no país, na fábrica da Flextronics em Sorocaba (SP), o que permitiu a redução do preço do aparelho para R$ 399. Em entrevista coletiva durante a Futurecom, em São Paulo, o presidente da companhia na América Latina, Li Ke, e o diretor da divisão de terminais, Liu Dan, informaram ainda que a empresa planeja começar a comercializar tablets produzidos no Brasil no primeiro semestre de 2012.

“O tablet é um produto estratégico para a Huawei no Brasil”, afirmou Liu. A empresa espera registrar um crescimento de 80% nas vendas de terminais (tablets, smartphones e outro aparelhos para o consumidor final) no país em 2011. Esses produtos já representam 30% da receita da Huawei no Brasil, que deve fechar o ano em US$ 1,8 bilhão.

A produção de tablets no país também deve ser através da Flextronics, mas, assim como celulares, a empresa analisa outras parcerias, modelo já priorizado pela Huawei para a fabricação de equipamentos de infraestrutura. “Devido à complexidade do sistema de impostos brasileiro, no entanto, estamos estudando a possibilidade de ter nossa própria fábrica”, disse Li.

A Huawei pretende investir US$ 350 milhões no país nos próximos cinco anos, quase equivalente ao total investido pela empresa em 12 anos de Brasil. Além da fabricação local de seus produtos, a companhia chinesa  planeja abrir um centro de pesquisa e desenvolvimento em Campinas, ampliar seus investimentos em software e abrir um centro de computação em nuvem em Manaus.

Lançamentos

O cloud computing também esteve entre os lançamentos da empresa no país com o Cloud+, serviço que permite o armazenamento de 16GB por usuários de aparelhos Huawei na nuvem.

Além deles, foram anunciados o smartphone Vision, integrado à rede do Cloud+, e o MediaPad, tablet com tela de 7 polegadas e sistema operacional Android 3.2. Segundo o gerente de marketing de terminais da companhia no Brasil, Marcelo Najnudel, a Huawei está negociando com operadoras e espera disponibilizar os aparelhos ainda neste semestre.

A fabricante também planeja lançar em breve um novo smartphone Android, que seria um primeiro com o sistema operacional do Google a ter a funcionalidade Dual SIM, que permite o uso de dois chips de operadora.

Anterior Internet pode entrar em colapso em cinco anos, alerta secretário-geral da UIT.
Próximos PM de São Paulo aposta na comunicação de dados e faz três pilotos de rede LTE