Homologação de aparelhos TDMA deve acabar em três anos


A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) abriu hoje, para comentários da sociedade, a proposta de Norma para Certificação e Homologação de Transmissores e Transceptores de Estações Rádio Base e de Estações Repetidoras. No texto, a agência estabelece o prazo máximo de três anos para aceitação dos pedidos de certificação ou homologação de produtos nas tecnologias …

A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) abriu hoje, para comentários da sociedade, a proposta de Norma para Certificação e Homologação de Transmissores e Transceptores de Estações Rádio Base e de Estações Repetidoras. No texto, a agência estabelece o prazo máximo de três anos para aceitação dos pedidos de certificação ou homologação de produtos nas tecnologias TDMA, CDMA IS-95 (o primeiro padrão da tecnologia CDMA) ou AMPS (analógico), destinados à prestação do Serviço Móvel Pessoal (SMP) ou do Serviço Telefônico Fixo Comutado (STFC).

O objetivo é uniformizar procedimentos de certificação e homologação de produtos para telecomunicações, bem como atualizar tecnologicamente os requisitos a serem observados nesses procedimentos. A Consulta Pública 17 receberá contribuições até o dia 8 de junho. (Da redação)

Anterior Costa testa interatividade da TV digital em Betim
Próximos Anatel revoga reajuste dos valores de referência da EILD