Holanda recusa pedido de falência de subsidiárias da Oi


shutterstock_kentoh_regulacao_justica_negocio_decisaoA Corte Distrital de Amsterdã, na Holanda, indeferiu nesta quinta-feira, 02, pedido de falência de duas subsidiárias da Oi. O pedido foi feito pelos administradores judiciais das empresas no país. As subsidiárias são a Oi Brasil Holdings e a Portugal Telecom International Finance, ambas responsáveis pera emissão de títulos na Europa.

A Oi informou ao mercado que ainda não teve acesso ao conteúdo traduzido da decisão do juiz, na qual explica o veredito. O resultado pode ser encarado como uma derrota do grupo Aurelius que,através de sua unidade Syzygy Capital, também pediu a falência das subsidiárias.

“A Companhia entende que as interações com os credores estão evoluindo e reitera que continuará reunindo-se regularmente com seus credores, demais stakeholders e potenciais investidores, com vistas a reunir impressões, comentários e sugestões que contribuam para a viabilidade operacional e a sustentabilidade da Companhia”, afirma a Oi, em nota. Com a decisão, as subsidiárias se mantêm com os pagamentos suspensos.

Anterior Governo não se entende sobre PLC 79. Casa Civil afirma que devolveu projeto, mas Senado diz que não pediu
Próximos Recessão e interconexão prejudicam resultado da Claro em 2016