Hispamar arremata primeira posição de satélite por R$ 65 milhões, com ágio de 431,8%


A empresa ofereceu uma proposta inicial de R$ 41 milhões, mais de três vezes acima do preço mínimo de R$ 12,2 milhões. A operadora, que tem a participação da Oi, travou um longo embate com a europeia SES DTH que cobriu, por três vezes, a oferta da vencedora.

A Hispamar Satélite arrematou a primeira etapa do leilão de posições orbitais, promovido nesta terça-feira (6), pela Anatel, por R$ 65 milhões, com ágio de 432,8% . A empresa ofereceu uma proposta inicial de R$ 41 milhões, mais de três vezes acima do preço mínimo de R$ 12,2 milhões. A operadora, que tem a participação da Oi, travou um longo embate com a europeia SES DTH que cobriu, por três vezes, a oferta da vencedora.

A Eutelsat chegou a ser classificada nessa primeira disputa, com oferta inicial de R$ 30,5 milhões, mas não cobriu a oferta inicial da Hispamar, ao qual é coligada. A SES, que ofereceu inicialmente R$ 22 milhões, foi classificada exatamente porque as duas primeiras colocadas são coligadas. Ela chegou a oferecer R$ 61 milhões.

A posição escolhida foi a de 61º Oeste, com as freqüências de 17,30 a 17,80 GHz de subida e 12,20 a 12,70 GHz de descida, só na banda Ku, que garante mais disponibilidade para a banda larga.

As demais concorrentes apresentaram os seguintes lances: Inmarsat , de R$ 13,4 milhões; Telesat Brasil, R$ 13,1 milhões; Star One, R$ 12,4 milhões e Star Satellite, R$ 12,2 milhões.

A licitação prevê a venda de quatro posições orbitais, todas pelo preço mínimo de R$ 12,2 milhões.

Anterior Qualcomm diz que M2M deve apostar nas redes 4G
Próximos TIM vai criar centro de atendimento específico para M2M