GVT pode entrar na telefonia móvel ainda em 2010 por meio de parceria


A GVT pode entrar no mercado de telefonia móvel ainda este ano por meio de parceria com uma operadora celular que já atua no mercado, admitiu hoje o vice-presidente de Marketing e Vendas, Alcides Troller, durante apresentação dos resultados do primeiro trimestre da empresa. Segundo ele, algumas conversas estão em andamento, mas a decisão somente …

A GVT pode entrar no mercado de telefonia móvel ainda este ano por meio de parceria com uma operadora celular que já atua no mercado, admitiu hoje o vice-presidente de Marketing e Vendas, Alcides Troller, durante apresentação dos resultados do primeiro trimestre da empresa. Segundo ele, algumas conversas estão em andamento, mas a decisão somente virá depois que a empresa estiver convencida de que a parceria se encaixa no seu modelo de negócio. "A busca é por um acordo ganha ganha. Caso isso ocorra, a GVT tem a rapidez necessária para oferecer o serviço complementar ainda em 2010", disse.

Essa parceria comercial, disse Troller, serviria inclusive para subsidiar a decisão da GVT em entrar no mercado de MVNO (operador móvel virtual), cuja regulamentação está sendo elaborada pela Anatel. “Antes de sair a regulamentação, é difícil avaliar se é proveitoso para a empresa entrar na telefonia móvel de forma mais estruturada, como exige o MVNO”, disse.

Banda H

Mas a participação da GVT no leilão da banda H, que deve ser realizado ainda este ano, foi descartada por Toller. Ele disse que o fato da empresa não ter um braço de telefonia móvel não é impactante para o plano de negócio adotado, focado principalmente na oferta de produto diferenciado de banda larga.

Na apresentação, Troller e o presidente da GVT, Amos Genish, destacaram o resultado recorde da empresa nesse primeiro trimestre de 2010, com lucro líquido de R$ 32,43 milhões, o que representa um aumento de 24,7% em relação aos R$ 26 milhões apurados em igual trimestre de 2009.

A receita líquida da GVT no período cresceu 36,5%, para R$ 513,44 milhões. O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado foi de R$ 207,15 milhões, alta de 46,8%.

A operadora de telefonia fixa informou que os resultados foram possíveis pelo número de adições líquidas de linhas em serviços (LIS), que cresceram 59,9% no trimestre, para 301.403 linhas,"em função da competitiva proposta de valor da empresa", disse Toller.

Anterior Cresce número de queixas contra serviços de Telecom em março
Próximos O iG se relança no mercado e aposta em serviços