Grupo RBS adquire solução de processamento de transmissão digital


A Harris Broadcast informou na quarta-feira (10) que forneceu uma solução de processamento de transmissão digital para as fases dois e três do projeto de transição digital ISDB-Tb do Grupo RBS no Brasil, afiliada da TV Globo. A solução vai permitir que o Grupo RBS, um grupo de mídia regional que opera no sul do …

A Harris Broadcast informou na quarta-feira (10) que forneceu uma solução de processamento de transmissão digital para as fases dois e três do projeto de transição digital ISDB-Tb do Grupo RBS no Brasil, afiliada da TV Globo. A solução vai permitir que o Grupo RBS, um grupo de mídia regional que opera no sul do Brasil, aumente o alcance de sua TV Digital por sinais de antena para mais de 75 cidades, ao mesmo tempo que reforça o conteúdo das redes de distribuição.

A mais recente aquisição inclui várias plataformas de convergência de mídias Selenio para contribuição e distribuição, assim como transmissores Maxiva UHF de alta e baixa potência. Incluindo equipamentos da fase um do projeto de digitalização, o Grupo RBS possui 73 transmissores Maxiva digitais e 34 sistemas Selenio, incluindo 16 para multiplexação e codificação do ISDB-Tb redundante; e 18 para contribuição de conteúdo bidirecional e de baixa latência através dos vários geradores do Grupo RBS.

A decisão da RBS para investir nos equipamentos da Harris Broadcast para as fases dois e três do projeto de contribuição e digitalização foi favorecida devido a implementação bem sucedida da fase um do projeto e suporte para o modelo de transporte de sinal bidirecional, incluindo todos os geradores do Grupo RBS.

A compra do transmissor ISDB-Tb para as fases atuais inclui vários transmissores digitais resfriados a ar Maxiva UAX 50 W e 2kW, fabricados na planta de transmissão da Harris Broadcast em Campinas; e dois transmissores de refrigeração líquida Maxiva ULX 3,4 kW. As configurações do Selenio permitem o transporte de sinal “BTS-compatível” em redes IP para a distribuição mais eficiente possível.

Os novos projetos também incluem 16 sistemas de controle mestre com operação HD para preparar o conteúdo para os estados do Rio Grande de Sul e Santa Catarina, incluem vários switchers Broadcast Panacea Clean/Quiet da Harris, multiviewers quad-split HView QVM6800+, conversores e sincronizadores de quadro X50, e sistemas modulares centrais de processamento de áudio e vídeo 6800+.

Anterior Empregados do call center da Anatel estão em greve por descumprimento de cláusulas trabalhistas
Próximos Operadoras de TV por assinatura querem manter IGP-DI em seus contratos