Greve na Cobra Tecnologia pode afetar caixas eletrônicos do BB


A greve dos trabalhadores da Cobra Tecnologia – subsidiária do Banco do Brasil – começou na última terça, dia 25, e já atinge 90% dos trabalhadores de São Paulo. Ela foi aprovada também nas praças do Amapá, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Goiás, Maranhão, Pará, Paraná, Pernambuco, Piaui, Rio de Janeiro. Na próxima segunda, 1º , serão realizadas  novas assembleias.

De acordo com o técnico administrativo da Cobra Luiz Felipe Menezes, a paralisação afetará principalmente o pagamento dos funcionários públicos, já que não há manutenção e abastecimento dos caixas do Banco do Brasil. “Os caixas ficarão inoperantes e os trabalhadores continuarão em greve até que a empresa se posicione”, afirmou.

As principais reivindicações dos trabalhadores são ganho real (5%), equivalência no Plano de Saúde e Licença Prêmio, reajuste do tíquete-alimentação/refeição pelo índice de alimentação fora de domicílio, calculado pelo ICV Dieese (9,35%). (com agências nacionais).

Anterior Aumenta o interesse pelas operadoras britânicas
Próximos Analista anglo-canadense integrará conselho de administração da CorpCo