Granadeiro fora da nova Oi, diz jornal


O periódico Económico, de Portugal, destaca que o atual presidente e chairman da Portugal Telecom (PT), Henrique Granadeiro, não terá assento na administração da CorpCo, empresa resultante da fusão entre a Oi e a PT. O executivo é responsabilizado pela compra de 897 milhões de euros, pela PT, em papéis comerciais da Rioforte, empresa do Grupo Espírito Santo, sem informar o conselho.

A Rioforte afirmou ontem, data do vencimento da dívida, que não poderá pagar os títulos. Hoje, a Oi comunicou acordo com a PT de diminuir participação da portuguesa na CorpCo. A PT, por sua vez, afirmou em comunicado que vai usar de todos os meios legais para reaver o valor investido na Rioforte e empresas do Grupo Espírito Santo.

Tanto no Brasil, quanto em Portugal, as notícias foram bem-recebidas pelo mercado. Por aqui, as ações da Oi, ordinárias e preferenciais, subiam mais de 14% às 12h10, enquanto as ações da PT subiam 3,72% na bolsa de Lisboa.

PUBLICIDADE

 

 

Anterior Governo publica normas visando a segurança da informação nos órgãos públicos
Próximos Vendas de equipamentos de informática e comunicação crescem 2,4% em maio