Granadeiro sai da Portugal Telecom


A Portugal Telecom anunciou hoje (7) a renúncia de Henrique Granadeiro da presidência do conselho de administração da companhia. Segundo comunicado ao mercado, a empresa mantém a aposta na fusão com a Oi e, desde 10 de julho, determinou que todos os procedimentos relativos à fusão fossem acompanhados por todos os integrantes do conselho administrativo e por um grupo independente.

“O Conselho de Administração acredita que os interesses dos acionistas da PT continuam a ser mais bem salvaguardados com o contínuo compromisso com a combinação de negócios com a Oi, como refletido nos termos dos Contratos Definitivos estabelecidos com a Oi”, diz a nota.

O comunicado também agenda para 8 de setembro uma assembleia geral com investidores para debater os termos do acordo firmado entre a Oi e a Portugal Telecom a respeito do pagamento da dívida de 897 milhões de euros contraída em papéis da Rioforte. A Rioforte é uma empresa portuguesa pertencente ao Grupo Espírito Santo, um dos controladores da Portugal Telecom. A negociação fez empresas de risco cortarem a nota da Oi e da PT.

No começo do ano, Granadeiro autorizou a compra dos títulos de alto risco da Rioforte sem levar o tema ao conselho. Em julho, quando venceram os títulos, a Rioforte confirmou o temor de analistas e não pagou a dívida. Logo em seguida, pediu proteção judicial contra credores para não ser cobrada na justiça.

Anterior AGU quer norma conjunta com a Anatel para julgar pedidos de TAC das teles
Próximos Claro Participações pede à CVM registro inicial de companhia aberta