Governo retoma projeto de identidade digital


Embalado pelo sucesso da CNH digital, o governo decidiu retomar o projeto de criar uma identidade digital, unificando diversos documentos como o Registro Geral (RG), Cadastro de Pessoa Física (CPF), Carteira Nacional de Habilitação (CNH), Carteira de Trabalho, Título de Eleitor e Certificado de Reservista. Os dados biométricos colhidos pela justiça eleitoral vão se unir a um cadastro único, que o cidadão poderá acessar de qualquer lugar, até por meio de celular, por meio de QR code.

Para dar andamento ao projeto, o governo criou um grupo de trabalho com a participação dos ministros Sergio Moro, da Justiça, Paulo Guedes, da Economia, Marcos Pontes, da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, e Gustavo Bebianno, da Secretaria Geral da Presidência. Também participa do GT o Serpro.

O ministro Marcos Pontes afirma que a iniciativa “vai facilitar muito a vida do cidadão”. O trabalho começa com a verificação das informações disponíveis na Justiça Eleitoral, a possibilidade de alimentar um banco de dados com mais informações e com a biometria.

Pontes entende que parte do trabalho já foi feito por outros governos “desde 1997”, mas assinalou a disposição de avançar e ter resultados ainda este ano “Tem que ter começo, meio e fim. Agora a gente tem oportunidade de finalizar esse projeto. Utilizar o que já foi feito sim, mas melhorar também o que temos até agora”.(Com Agência Brasil)

Anterior Netflix não vai aumentar preços no Brasil
Próximos 48% das empresas ainda não conseguem detectar violações em dispositivos IoT

1 Comment

  1. Richard Stallman
    16 de Janeiro de 2019

    A botnet não tem limites.