Governo recolhe R$ 7,66 bi das teles para FUST e FISTEL no ano passado


A Anatel recolheu  para o governo, no ano passado, nada menos do que R$ 7,66 bilhões dos usuários de telecomunicações sob a forma de taxas para dois fundos de telecomunicações. Foram as taxas pagas para o Fistel (Fundo de Fiscalização), cujo montante somou R$ 5,401 bilhões no final de 2015 e para o Fust (Fundo de Universalização), cuja contribuição chegou a R$ 2,260 bilhões.

Esses dois fundos nunca foram usados para a finalidade ao qual foram criados. Recente auditoria feita pelo Tribunal de Contas da União (TCU) constatou que a maioria dos recursos foi gasta e  não se sabe aonde, enquanto uma parcela foi gasta para o pagamento de aposentadorias, construção da ferrovia Norte Sul ou capitalização da Telebras.

O TCU estabeleceu uma série de medidas a serem cumpridas pela Anatel, entre elas a de explicar por que os valores do que foi recolhido ao longo dos anos estão diferentes ao que foi informado pelo Ministério da Fazenda.

Anterior Funttel destinará 40% das verbas para N, NE e CO
Próximos Remessas globais de smartphones cresceram entre 10% e 12,1% em 2015

1 Comment

  1. Vagner Ornelas
    29 de Janeiro de 2016

    Infelizmente o que temos notado, é que sempre que o governo cria alguma taxa, imposto ou fundo, o dinheiro sempre acaba sendo utilizado para outra finalidade, ou seja, o problema nunca acaba, muito pelo contrário, os problemas aumentam e o governo vai e inventa mais algum imposto ou taxa. Até quando a população aguenta ???