Governo quer trocar metas de cobertura 3G por 4G


4g-lte-logoO Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) negocia com as operadoras forma de alterar os compromissos estabelecidos no edital do leilão de frequências para a terceira geração de redes móveis (3G). Originalmente, as compradoras de espectro deveriam cobrir áreas com população abaixo de 30 mil habitantes até 2019 com 3G. A intenção agora é que as teles possam partir já para o 4G.

Em números, significa trocar a obrigação de tecnologia de rede móvel em 4.443 cidades, 80% do total de municípios do país, nos quais o edital da Anatel exige apenas o 3G.

Outro objetivo é levar banda larga móvel aos rincões. “Mais da metade dos distritos não sedes dos municípios, ou seja, 2.768, não possuem cobertura de telefonia móvel”, afirmou, durante apresentação hoje, 18, durante a Futurecom 2016, o secretário de telecomunicações André Borges. A alteração já está em discussão na Anatel há pelo menos dois anos.

Anterior Telecom Italia descarta de vez a Oi
Próximos Serviços digitais podem salvar as telcos, sugere Amos

1 Comment

  1. Richard
    18 de outubro de 2016

    E seria uma boa também aprimorar a cobertura nas cidades onde já atuam: basta entrar em algum imovel, e o sinal simplesmente despenca pro 3G.