Governo quer retomar licitação dos notebooks em três meses


O Ministério da Educação está elaborando um novo termo de referência para que  governo possa retomar a licitação dos 150 mil notebooks dentro de no máximo três meses, informou hoje o coordenador de inclusão digital do governo federal, Cezar Alvarez, durante o 13º Encontro Tele.Síntese, promovido pela Momento Editorial. Segundo ele, o governo já se …

O Ministério da Educação está elaborando um novo termo de referência para que  governo possa retomar a licitação dos 150 mil notebooks dentro de no máximo três meses, informou hoje o coordenador de inclusão digital do governo federal, Cezar Alvarez, durante o 13º Encontro Tele.Síntese, promovido pela Momento Editorial.

Segundo ele, o governo já se convenceu que não será possível chegar ao preço de US$ 100, conforme havia sido prometido pelo professor  Nicholas Negroponte, mas irá modificar algumas  exigências estabelecidas no edital do ano passado, que acabou cancelado, visando a redução do preço a ser praticado.

Entre as mudanças, o MEC deverá reduzir o prazo da garantia (estava-se pedindo garantia de três anos) e modificar as exigências  de  entrega dos equipamentos. No primeiro edital, a empresa vencedora teria que entregar os equipamentos em todo o território brasileiro, e agora ela deverá entregar em um único ponto e o governo irá  se encarregar de distribuir as máquinas. ( Da Redação ) 

Anterior Empresas depositam hoje R$ 1,4 bi para o Fistel
Próximos Internet: o acesso móvel vai substituir o fixo?