Governo português não quer o desmembramento da PT


O ministro da Economia de Portugal, António Pires de Lima, disse à imprensa portuguesa que o governo acompanha o processo de venda da Portugal Telecom pela Oi, mas que só iria interferir no processo em caso de desmembramento da companhia.

O ministro da Economia de Portugal, António Pires de Lima, disse à imprensa portuguesa que o governo acompanha o processo de venda da Portugal Telecom pela Oi, mas que só iria interferir no processo em caso de desmembramento da companhia.

“Acompanhamos a evolução desse assunto com interesse no governo, mas não pretendemos interferir num processo até porque, francamente, só se justificaria algum tipo de intervenção por parte do Estado se houvesse um risco de desmembramento”, disse Pires de Lima a jornalistas. Segundo o ministro, o setor de telecomunicações é por natureza aberto a mudanças.

Para ele, este momento de mudanças poderá ser uma oportunidade para introduzir uma “maior racionalidade e competitividade no próprio setor”.

A Oi possui ofertas da francesa Altice, no valor de 7,025 bilhões de euros e dos fundos Apax Partners e Bain Capital, no valor de 7,075 bilhões de euros. O jornal Folha de S. Paulo informa hoje que os dois fundos teriam aumentado a oferta em mais 500 milhões de euros. Formalmente, os fundos de private equity têm até o final do mês para formalizar a proposta.

Anterior Redecom instalará centro de P&D no parque tecnológico da Universidade de Brasília
Próximos Altice cogita compra de operadora móvel francesa