Oi investe R$ 200 milhões em banda larga na escola e governo negocia novo programa


 

Continuam em negociação os Ministérios da Educação e das Comunicações para a ampliação do programa de banda larga nas escolas, que irá prever pacotes de telefonia celular 3G e instalação de antenas WiFi para atender a demanda dos 600 mil professores das escolas médias que irão ganhar os tablets adquiridos pelo Minitério da Educação.

 

Segundo Carlos Cidade, diretor da Oi, as operadoras fixas e móveis já apresentaram algumas propostas para a implementação deste programa. Entre as alternativas,  estaria a contratação por parte do Poder Executivo do pacote de serviços do celular que seria oferecido aos professores, de maneira a baratear os seus preços. “Se o governo fizer uma compra única, os preços caem muito, pois não existiriam os riscos da venda no varejo, como a inadimplência, por exemplo”, afirmou.

 

No balanço apresentado durante o 31 Encontro Tele.Síntese, Cidade afirmou que a Oi já investiu R$ 200 milhões para dotar todas as escolas públicas de sua região com o link de banda larga, ofertado gratuitamente. “É o programa público com a maior contribuição da iniciativa privada”, ressaltou.

 

Conforme Cidade, 80% de todas as escolas públicas urbanas brasileiras são atendidas pela Oi, das quais 40,9 mil escolas já contam com links de 2 Mbps. ( Da Redação).



Anterior Claro anuncia venda de NanoSIM, usado no iPhone 5
Próximos Anatel conclui proposta de novo telefone popular móvel (Aice) em dois meses