Governo exonera comando do Serpro


Michel Temer, presidente interino, publicou hoje, 23, no Diário Oficial a exoneração do comando do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro). Saíram Marcos Mazoni, diretor-presidente desde 2007, Alexandre Motta, diretor-superintendente, Antônio Nocchi Parera, Wilton Itaiguara e Robinson Barbosa dos cargos de diretores.

Maria da Glória Guimarães do Santos foi nomeada a nova diretora-presidente do Serpro. Ao assumir, e promete dialogar com fornecedores e clientes para obter margem para investimentos. “Temos ciência de toda a dificuldade pela qual passa a nossa empresa, como dívidas com fornecedores e falta de recursos para investimentos. Nossa ideia é atuar em parceria estreita com clientes e fornecedores para buscarmos as melhores soluções”, diz Glória, que tomou posse na última quinta-feira, 19.

Antes de chegar ao Serpro, onde era diretora-superintendente, Glória Guimarães foi vice-presidenta de clientes e operações dos Correios. Foi também executiva da área de tecnologia do Banco do Brasil e secretária de tecnologia da informação do Ministério do Planejamento. Além dela, foram nomeados diretores André de Cesero, Iran Martins Porto Júnior e Izabel Cristina da Costa Freitas. Também assumiram Antonio Luiz Fuschino como diretor de desenvolvimento e Fernando Eurico Paiva Garrido, de administração.

Anterior Temer volta atrás e vai recriar o MinC
Próximos André Borges é cotado para a Secretaria de Telecomunicações