Governo dos EUA vai investigar aquisição da Motorola pela chinesa Lenovo


 

A compra da Motorola Mobility pela chinesa Lenovo, concretizada na semana passada por US$ 2,9 bilhões, será investigada pelo Comitê para Investimentos Estrangeiros nos Estados Unidos (Cfius), informa hoje o Financial Times. Conforme o jornal, no acordo firmado com o Google a fabricante de PCs assumiu 2 mil patentes e recebeu a licença de propriedade intelectual do Google para outro smartphone. Mas a maioria das patentes mais sensíveis continuam no Google.

 

Fontes do jornal acreditam que não haverá muitas dificuldades para a aprovação do negócio, com alguns condicionantes, visto a pequena participação dos celulares da Motorola no mercado norte-americano (menos de 5%) e o fato de o acordo envolver o hardware e não o software. Quando comprou o segmento de PC da IBM, a Lenovo teve que assumir o compromisso junto a este Comitê de não vender os seus microcomputadores para o governo norte-americano. ( Da redação).



Anterior Espionagem: Agência do Canadá usou dados de rede gerenciada pela Boingo, que vai atuar em Guarulhos.
Próximos Contrato de Concessão: Teles querem redução de orelhões, fim do Aice e regras claras para bens reversíveis.