Governo deve gastar R$ 180 milhões em compra compartilhada de ativos de rede


O Ministério do Planejamento (MP) realiza nesta sexta-feira (9), audiência pública sobre o edital da licitação para a contratação de empresa fornecedora de ativos de rede, que englobam equipamentos como roteadores e pontos de acesso para rede sem fio. Mais de 35 órgãos públicos integrantes do Sistema de Administração de Recursos de Tecnologia da Informação (SISP) irão participar desta compra compartilhada, cujo valor está estimado em aproximadamente R$ 180 milhões.

Ativos de rede são itens que fornecem a infraestrutura necessária para a comunicação de dados em uma organização. A especificação desses equipamentos, no caso dos switches e rede sem fio, deve estar alinhada à estratégia organizacional para que as necessidades de negócio sejam atendidas com qualidade, performance, segurança e confiabilidade.

Na opinião da Secretária de Logística e Tecnologia da Informação, Loreni Foresti, as compras realizadas em conjunto resultam em melhor qualidade dos produtos e agilidade na entrega. “Ao planejarem a compra e padronizarem os equipamentos, os órgãos facilitam a manutenção e geram economia para os cofres públicos”, complementa.

Esta é a segunda consulta que o ministério faz com órgãos públicos, empresas e sociedade. Na primeira oportunidade, que envolveu especificações técnicas, a Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação (SLTI) recebeu mais de 1.000 contribuições.(Da redação, com assessoria de imprensa).

 

Anterior Deputado quer limitar responsabilidades das agências reguladoras
Próximos Peso de dados na receita total das operadoras no Brasil está abaixo da média na América Latina