Governo chinês dá mais um passo para ampliar competição em telecom


Conforme a imprensa chinesa, o Ministério da Indústria, Informação e Tecnologia concedeu ontem seis licenças para as empresas reempacotarem os serviços de voz, SMS, MMS e dados e usar suas próprias marcas. Essas empresas terão que firmar u contrato com uma das três incumbentes chinesas, antes de serem licenciadas pelo MIIT.

A China tem hoje 1,2 bilhão de conexões móveis que são oferecidas por três operadoras: a China Mobile, com 790 milhões de conexões; a China Unicom, com 295 milhões e a China Telecom, com 190 milhões

Anterior Viber aposta em conteúdo para crescer
Próximos Proposta de simplificação de outorga para telefonia fixa entra em consulta pública