Governo britânico vai ser sócio dos satélites OneWeb


 

Diagrama da cobertura de satélite pretendida pela OneWeb

O primeiro-ministro da Grã Bretanha, Boris Johnson, pretende investir £ 500 milhões, ou cerca de R$ 3 bilhões, para ter um pouco mais de 20% das ações da OneWeb, informa o jornal britânico Financial Times em sua edição de hoje,25.

O governo inglês deverá participar de um consórcio que contará também com empresas privadas em uma oferta que deverá ser entregue até amanhã, sexta. Há informações de que a França e a China também estariam interessadas nessa constelação de satélites.

A OneWeb, que tem sede global no Reino Unido, mas possui operações substanciais nos EUA, entrou em proteção de falência no Chapter 11 em março, depois de não garantir US $ 2 bilhões em novos financiamentos de investidores, incluindo o japonês SoftBank, seu maior patrocinador.

PUBLICIDADE

Para o governo inglês, esse investimento é encarado como estratégico, informa o jornal, pois as empresas britânicas foram barradas do sistema de navegação global Galileo da UE após o Brexit. Mas, após 18 meses estudando propostas para seu próprio serviço – com o preço subindo de 4 bilhões de libras para mais de 5 bilhões de libras -, o governo do Reino Unido decidiu concorrer à OneWeb.

 

 

Anterior MPF propõe ao Senado mudanças no PL das Fake News
Próximos Novo satélite da Hispasat embarcará a missão Pathfinder 2 dos EUA